Releitura: Perfect Blue

perfect blue

Perfect Blue é um thriller psicológico de Satoshi Kon lançado em 1997. A animação conta a história de Mima Kirigoe inicialmente faz parte de um trio de idols, mas pretende mudar um pouco sua carreira artística se tornando uma atriz. Seu primeiro papel é em uma série de investigação policial e ela está indo bem apesar dos comentários, mas sua vida real começa cada vez mais a se misturar com seu papel, onde em algum momento Mima não sabe se está na série de TV, ou em sua casa.

Além da história principal, ou seja, o início da loucura de uma menina no mundo artístico, há também um perseguidor que acomete Mima e algo sobre a dificuldade e algumas coisas que uma artista precisa se submeter para ser bem sucedida na carreira e na mídia.  

De início Perfect Blue é apenas mais uma animação, começa mesmo a ter um ritmo muito lento, até que tudo explode em cima do telespectador de um jeito que se não estiver atento vai perder o tiro inicial. À princípio o que é animação seria um live action, o que não aconteceu devido à falta de verba e isso deu a todos um final mais feliz, já que dificilmente se imagina uma produção japonesa que chegue ao nível que foi essa animação com atores reais.

perfect-blue

Inicialmente um inocente menina do interior que recebe ajuda de sua empresária para sobreviver à selvagem Tóquio e o mundo da indústria midiática e aos poucos uma mulher que faz o que tem que fazer. Esse é o gatilho. Perceber através da mudança sutil na expressão de Mima é pegar o começo de toda a loucura, no desenrolar dos fatos a respiração fica presa atá a cena final.

Com fotografia e direção incríveis Perfect Blue nos deixa sem fôlego ao retratar a vida das idols asiáticas que devem ser perfeitas até o ponto em que não conseguem mais e como há a sexualização dos corpos. As idols encontram um mundo de fãs que não aceitam uma mudança sequer, pois elas devem ser para sempre a boneca dos sonhos de cada um de seus amados fãs.

perfect blue_02

Referências à Perfect Blue podem ser encontradas em “Um Requiém para um sonho” e “Cisne Negro”.

perfect-requiem (1)

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s